Home | Ronaldo Correia de Brito | site oficial
Página oficial do escritor Ronaldo Correia de Brito
ronaldo correia de brito
218
home,paged,page-template,page-template-blog-masonry-date-in-image,page-template-blog-masonry-date-in-image-php,page,page-id-218,paged-3,page-paged-3,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.1.2,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive
Sobre

Bio

Sobre

Contato

Sobre

Facebook

Sigam meu blog para acompanhar as novidades.

Rubens Figueiredo e eu participávamos de uma mesa sobre literatura brasileira, quando me fizeram a tradicional pergunta, essa que se tornou curricular para mim: você se considera um escritor regionalista? Rubens pediu o microfone e afirmou ser um regionalista, jamais um universalista. Ele traduz e...

Os sertões, livro canônico sempre em primeiro lugar nas listas dos mais importantes na formação de nossa nacionalidade brasileira, é um marco de preconceito com o homem sertanejo e nordestino, considerados como se fossem iguais.  Há 118 anos, Euclides da Cunha, um positivista republicano, supremacista,...

Começou a temporada de caça aos patos. Começou? No Brasil ela nunca cessa. Mal termina uma grande caçada e já começa outra. O líder dos caçadores nem se ocupa do seu mandato. De arma em punho, continua atirando para todos os lados. Até sugere que...

“O nosso querido e saudoso mestre Ariano Suassuna temia os estragos norte americanos sobre a arte brasileira. Mal sabia ele que o inimigo já se instalara no meio de nosso povo, agindo, ganhando espaço, demonizando, perseguindo as matrizes culturais africanas, ibéricas e indígenas, que nos...

Na rua Paissandu, que desemboca na ponte da Madalena, alguns palacetes mal assombrados sobreviviam de pé, até a década de 1980. Eu gastava horas tentando adivinhar estilos na arquitetura eclética. As cidades se constroem com camadas superpostas de fantasias, cada geração se desfaz dos sonhos...

(Compartilho com vocês uma reflexão do escritor Amós Oz)   A infantilização crescente de multidões no mundo inteiro não é casual. Há quem esteja interessado nela e há quem se aproveite dela, seja em busca de poder, seja em busca de dinheiro. Os que a disseminam, e...

De joelhos, o homem olha um ponto indefinido no horizonte e no futuro, depois de atravessar a barreira de arame farpado. Seu rosto possui uma expressão antiga, como as cerâmicas de reis assírios, da Mesopotâmia. Lembra as relíquias preciosas destruídas pelos americanos e ingleses que...

(O Teatro reflete sobre ele mesmo) Cerrada a cortina e apagado o lustre da plateia, os derradeiros espectadores transpõem minhas portas, que se fecham com barulho. Agora já não há mais público, nem palmas ou gritos de bravo. Mas o riso e o choro ainda ecoam...

Deve-se chegar ao Recife pelos ares, voando de ultraleve. Assim podemos enxergá-lo inteiro em meio ao oceano, aos rios Capibaribe e Beberibe, às marés e aos mangues. Vemos cada pedaço de terra firme cercado de águas salobras, formando ilhas que se chamam Santo Antônio, Leite,...