Arquivos Slider | Página 2 de 26 | Ronaldo Correia de Brito | site oficial
45
archive,paged,category,category-slider,category-45,paged-2,category-paged-2,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.1.2,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive

A queixa partiu do musicólogo George Lederman, quando terminávamos de ouvir A Paixão Segundo São Mateus, de Bach.: nunca mais se comporá assim. A noite sem lua, o pátio extenso da casa de campo e o retorno ao silêncio após os últimos acordes da orquestra...

(Diário do isolamento 1) Os leitores talvez estranhem o número 1 no Diário do isolamento. Na terça-feira passada, dia 16 de março, completei um ano vivendo sob medidas restritivas, período em que escrevi cerca de 40 crônicas, todas motivadas pela pandemia do coronavírus. Nunca imaginei...

Pedro Rulfo não era o seu nome. Por segurança, fica sendo a partir de agora. Os tempos sombrios de quando a história aconteceu ameaçam voltar. Ninguém sabe o que nos aguarda, cinco passos à frente. Despojado do seu nome próprio, o jovem estudante de sociologia...

Dizem que existe fidelidade entre os casais de cisnes e que quando morre um deles, o outro não demora muito tempo vivo. Não é um achado comum no reino animal. As mães defendem seus filhotes, e há relatos de alces que se entregam à mira...

A data 16 de março de 2020 será lembrada por mim, enquanto viver. Nesse dia, minha esposa e eu fechamos as portas de casa para os netos, filhos, familiares, amigos e empregados. Começamos um isolamento radical, que seria atenuado apenas meses depois. Meu comportamento em relação...

O carnaval não mudou, desde os primórdios, nos temas reais e simbólicos que o definem: carne e bebida, sexo e violência. Para os italianos, é da palavra carne que deriva o nome carnevale – vale comer carne. Precedendo os magros dias da quaresma, cujos símbolos...

Vocês ainda se lembram de Kleber Bambam, o rapaz que ganhou o primeiro Big Brother Brasil, da TV Globo? Pergunto porque é possível que ele tenha desaparecido da mídia, caindo no esquecimento. A velocidade para se fabricar um herói moderno é a mesma para esquecê-lo...

Considero que é mais fácil editar agora, do que era antes. Surgiram editoras pequenas, embora várias tenham desaparecido ou tenham sido adquiridas por outras maiores. As plataformas da Internet, os blogs, as revistas e jornais eletrônicos ganharam espaço e há mais gente escrevendo. Muitos fazem sucesso...

O livreiro Tarcísio Pereira, usando a tradicional camisa de brim azul, calça jeans e boina, se aproxima e põe em minhas mãos, com a delicadeza que também era sua marca, um volume de A arqueologia do saber, de Michel Foucault. – O livro que você queria...

A recordação surgiu em São Paulo, no almoço em casa de uma amiga, talvez provocada pelos quadros de Zé Claudio, João Câmara e de outros artistas pernambucanos. – E Baccaro? – Morreu há pouco tempo e parece esquecido. Já vivia morto pela doença que o deixou fora...